2014/03/29 Mercado do Fado

O primeiro mercado Cedofeita Viva de 2014 foi dedicado ao Fado, Património da Humanidade. A 29 de março, Dia Nacional dos Centros Históricos, o mercado reuniu em Cedofeita e Bombarda cerca de 150 expositores de artesanato urbano e tradicional, restauração e usados, enquanto decorreram atividades para crianças (jogos tradicionais e pinturas faciais) e se cantou fado.
Os cantores e músicos convidados animaram toda a tarde: Adriana Miranda Santos, acompanhada por Gabriel Silva; Nélson Duarte, Sandra Cristina e Zé Carvalho, acompanhados por Miguel Amaral e João Araújo; os Fado Diferente; os Fado em Si Bemol; e o Grupo de Fados de Engenharia. Pelo meio uma expositora, Sandra Rolão também cantou dois fados!
O programa foi articulado com um percurso do grupo de investigação CHIP – Culture, Heritage and Identity in Porto – Iscet, “O Porto das Invasões Francesas”, que teve a companhia do Rancho Folclórico do Porto.

O Mercado do Fado apoiou ainda causas solidárias: Semente Solidária e Grupo de Ajuda Fraterna Franciscana.

Uma organização do projeto Cedofeita Viva – Iscet – Instituto Superior de Ciências Empresariais e do Turismo, e da Associação de Comerciantes e Empresários de Cedofeita – aqui com apoio do CHIP – Iscet, da Porto Lazer, Porto Paralelo, Culture Print, Oporto Art District – Sleep, Eat & Visit, Horto Flor do Norte, Breyner 85, Xailes de Portugal, Rádio SIM, Grupo de Fados de Engenharia, Easy Photo, Atividades Vasco Nuno Silva, Chapelaria Ideal, Rancho Folclórico do Porto e Fado Património da Humanidade – Museu do Fado.

Ver Fotografias